Comportamento

Há tempos ouvimos falar sobre a possibilidade da falta d'água no mundo, mas nunca levamos a sério essa história, era uma realidade onde achávamos que aconteceria em um futuro distante, tipo daqui a 100 anos mas a realidade atual não é bem assim!!

falta de água em 2015 22.03.2011

De acordo com o diagnostico feito pela Agência Nacional de Águas (ANA) o Brasil, dono do maior potencial hídrico do planeta, corre o risco de ficar este ano de 2015 com problemas de abastecimento de água em mais da metade dos municípios. O levantamento mapeou as tendências de demanda e oferta de água nos 5.565 municípios brasileiros e estimou que o total de investimento necessário para evitar a escassez de água seja em torno de R$ 22 bilhões.

Considerando a disponibilidade hídrica e as condições de infraestrutura dos sistemas de produção e distribuição, os dados revelaram que agora em 2015, 55% dos municípios brasileiros poderão ter déficit no abastecimento de água e entre as grandes cidades atingidas, estão São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Porto Alegre e o Distrito Federal. Esse percentual representa 71% da população urbana do país ou seja, cerca de 125 milhões de pessoas, levando em consideração o aumento demográfico.

Dessa forma, apesar do Brasil ser o primeiro país em disponibilidade hídrica em rios do mundo, a poluição e o uso inadequado comprometem esse recurso em várias regiões do país.

1338661451__lavando placa mãe esponja torneira

Ainda de acordo com o levantamento, as regiões Norte e Nordeste são as que têm, relativamente, os maiores problemas nos sistemas produtores de água. Apesar de a Amazônia concentrar 81% do potencial hídrico do país, na Região Norte menos de 14% da população urbana é atendida por sistemas de abastecimento satisfatórios. No Nordeste, esse percentual é de 18% e a região também concentra os maiores problemas com disponibilidade de mananciais, por conta da escassez de chuvas.

 

Mas apesar do Brasil ter uma quantidade de água suficiente para as necessidades do País, mesmo depois de tanta degradação, é necessário que as pessoas tenham mais consciência em relação ao uso da água evitando desperdício como por exemplo, ao lavar carro, calcadas e até mesmo placa mãe sem necessidade.

Além disso, precisa de um cuidado maior por parte do governo em relação a saneamento e abastecimento. Por exemplo, 90% das atividades modernas poderiam ser feitas com água de reuso. Uma vez que diminuiria a pressão sobre a demanda e seu custo seria 50% menor que o preço da água fornecida pelas companhias de saneamento.

Os famosos "bate-papos" virtuais são utilizados atualmente como uma das principais formas de comunicação. No entanto, para os mais velhos, a "vida online" nem sempre foi tão fácil.

No Brasil, um dos principais sistemas de conversa pela internet surgiu em meados dos anos 90. O pioneiro "ICQ" era um sistema de bate-papo online onde para acessar o programa o usuário utilizava uma sequência de números que chegavam em alguns casos ter mais de dez dígitos. Dessa maneira, o que era uma forma de facilitar a vida do usuário, acabava complicando bastante.

bate-papo

As complicações no acesso e provavelmente o uso da internet discada, disponível na maioria das casas na época, fizeram com que o ICQ não resistisse ao jeito simples e de fácil acesso do seu sucessor que foi a "Sala de Bate-papo" Chat UOL, por exemplo.

O sistema de bate-papo oferecido por um dos sites pioneiros da internet no Brasil tornou a conversa online mais pessoal e popular, exigindo do usuário apenas um "nick name" ou um apelido para acessar o sistema.

Mas a revolução no sistema de conversas online no Brasil aconteceu em 2001 quando a Microsoft lançou o "MSN Messenger" que através de uma agressiva campanha de marketing, aumentou o número de usuários no Brasil.

Com uma aparência moderna, acesso rápido e de fácil instalação, o MSN Messenger reinou absoluto, pelo menos no Brasil, até a inclusão do sistema de bate-papo nas redes sociais como por exemplo, o site Facebook.com, que se tornou um dos meios de comunicação online mais utilizadas na internet hoje.

Atualmente, os mecanismos de "bate-papo" ampliaram-se até para os telefones celulares, através do aplicativo WhatsApp ou WeChat. Hoje os bate-papos se tornaram tão presentes na vida dos usuários que alguns precisam de se inscrever em clínicas especializadas em tratamento excessivo do Facebook.

As expectativas é que este sistema de comunicação digital se amplie mais ainda, tornando presente em nossos televisores, relógios e até nos sistemas internos de segurança residencial.

2 Comments

Nesta semana, um cliente nos procurou para comprar um processador AM3 Semprom de R$ 99,00, só para ligar o computador dele, pois o novo processador FX da AMD que ele comprou na Internet por R$ 599,00 chegaria daqui 10 dias e ele não queria ficar sem computador durante este período. A questão que o mesmo processador FX aqui na loja física estava disponível por R$ 669,00. Se a gente colocar na ponta do lápis, o processador que ele comprou na internet ficou por R$ 698,00, além do risco de ter mais despesas caso o produto apresente defeito dentro do prazo de garantia.

Quando informamos isso ao cliente, ele desajeitado disse que pelo menos teria posteriormente algum processador para vender caso precisasse de dinheiro.

1 Comment

Frente a grande adesão das pessoas às redes sociais, grande parte delas que atuam no marcado de trabalho, já ouviram falar que empresas utilizam essas mesmas redes para avaliar candidatos a vagas de emprego, mas dessa vez, uma popular rede social foi utilizada por uma empresa brasileira, para desligar um colaborador de seu quadro de funcionários.

O fato ocorreu em Jundiaí, interior de São Paulo. Em outubro de 2012 um funcionário da empresa BM Motos curtiu uma publicação de um ex-colega de trabalho no Facebook, o conteúdo de tal publicação eram criticas a referida empresa e insultos a uma das sócias da organização. Na segunda feira seguinte a curtida, o funcionário foi desligado do quadro de funcionários por justa causa; “A justa causa decorre do fato de que na rede social Facebook você compactuou com as publicações gravemente ofensivas à honra, integridade e moral da empresa BM Motos, de seus funcionários e da sócia”, alegou a empresa para justificar a demissão.

Inconformado com a situação, o funcionário entrou na Justiça contra a BM Motos. O processo judicial foi aberto na 1ª Vara do Trabalho do município e depois de alguns meses chegou ao TRT da 15ª Região. No último dia 22 de junho, a juíza Patrícia Glugovskis Penna Martins julgou o caso à favor da empresa. “O fato é grave, posto que se sabe o alcance das redes sociais”, explicou a magistrada e completou; “A liberdade de expressão não permite ao empregado travar conversas públicas em rede social ofendendo a sócia proprietária da empresa, o que prejudicou de forma definitiva a continuidade de seu pacto laboral, mormente quando se constata que seu contrato de trabalho perdurado por pouco mais de 4 meses”, comentou a magistrada. Jonathan Pires Vidal da Rocha chegou a ser condenado a pagar uma multa de R$ 17 mil sob a acusação de litigância de má fé. Contudo, a juíza removeu essa sentença.

Diante tal fato fica a reflexão, o perfil nas redes é particular, a manifestação do pensamento é livre, mas liberdade implica em responsabilidade, essa torna-se indispensável quando o assunto é vida profissional, portanto é melhor ficar atento com as publicações referente a colegas de trabalho e a instituição onde atua para não passar por situações desconfortáveis.

Uma colaboração de Vinícius Deiró

Quem nunca presenciou familiares e/ou educadores discutindo a respeito da influência dos jogos eletrônicos no desenvolvimento infantil? A discussão toma tal proporção que muitos pais e educadores mais radicais afirmam não disponibilizar brinquedos eletrônicos para os seus filhos, a fim de que estes, brinquem apenas com os tradicionais jogos pedagógicos.

Com o ideal defendido por muitas correntes de pensamento, onde a criança constrói o conhecimento por via do lúdico (jogos e brincadeiras), pais com metodologias mais experimentalistas e engenheiros de software criaram o OSMO, um jogo criado para plataforma Ipad que permite que crianças alimentem sua imaginação e desenvolva novas habilidades de forma lúdica. O Osmo propõe kits de atividades (jogos de palavras, tangram entre outros) que acompanham a desenvolvimento cognitivo das crianças até a fase adulta, ao ponto da publicidade do jogo indicar a ferramenta para crianças de 6 a 96 anos de idade, uma forma de mostrar que a nova ferramenta também pode promover a interação dos pequenos com os adultos ao seu redor.

A proposta educativa do Osmo é levada tão a sério, que muitos educadores estadunidenses, do que correspondem ao nosso ensino fundamental, estão utilizando a ferramenta em suas aulas e apresentam-se satisfeitos com os resultados obtidos.Quem sabe este aplicativo não leva os educadores mais conservadores à repensar suas metodologias de ensino?

Mais informações sobre o novo aplicativo da appstore em: https://www.playosmo.com

httpv://www.youtube.com/watch?v=CbwIJMz9PAQ

Contribuição: Vinícius Deiró

1 Comment

Dinheiro Virtual, sabe o que é? Aprenda como faturar com isto!

Em 2009 começou a funcionar no mundo a primeira criptomoeda do mercado. O Bitcoin como é chamado, foi criado por um programador Japonês Satoshi Nakamoto, e diferente de qualquer moeda, a criptomoeda não é gerenciada por nenhum órgão financeiro e sim pela rede ponto-a-ponto de todo o mundo para registrar e validar as transações feitas com este tipo de dinheiro.

O grande atrativo deste tipo de moeda, é o fato de não ser gerenciado por nenhum órgão financeiro, sendo assim, livre de impostos por transações e principalmente por estar fora de medidas governamentais, não pode ser inflacionada, mas a grande procura pela moeda pode valorizar sua cotação no mercado de cambio.

...continue reading

Internet, redes sociais e celulares conectados ajudam estudantes a melhorar a criatividade e a se expressarem melhor. Por outro lado, os jovens têm problemas na escrita, como a troca da linguagem formal pela informal, a cópia de textos publicados por outros autores e a dificuldade em ler e compreender textos longos ou complexos.

As conclusões fazem parte de um estudo divulgado pelo Centro Pew de Pesquisas de Internet. A pesquisa foi feita com 2.462 professores do Ensino Fundamental e do Ensino Médio nos Estados Unidos, em Porto Rico e nas Ilhas Virgens.

Entre noves habilidades de escrita avaliadas, os estudantes tiveram melhor desmpenho em estruturar raciocínios ao escrever textos e em considerar diferentes pontos de vista na hora de tratar de determinado assunto.

Dos professores entrevistados, 96% afirmam que as ferramentas digitais permitem aos estudantes compartilhar o que escrevem com um grupo maior e mais variado de pessoas, enquanto 79% também apontam o aumento da colaboração positiva entre os alunos. O aumento da exposição do trabalho incentiva os jovens a investirem mais tempo e atenção no que escrevem.

Programas como Google Speech, Balabolka, Voki, Microsoft Text-to-speech entre muitos outros, falam para os usuários o que está escrito ou escrevem o que eles falam. Estas novas formas de interagirem com os dispositivos eletrônicos serão as grandes responsáveis pelo fraco desempenho não só dos estudantes mas de todos os usuários.

Além disso, a caligrafia da população está piorando com o uso excessivo de computadores, tablets, notebooks e celulares, pois os textos são sempre produzidos pela digitação no teclado. A escrita manual está sendo abandonada e a falta de prática compromete a coordenação motora e a memória.

Embora a praticidade nos poupe tempo, nos leva uma importante característica: Capacidade de raciocínio e capacidade de memorização. A leitura de um velho e bom livro e a escrita manual de textos são gestos que nunca devem ser abandonados.

Fonte: Graphprint

A campanha de doação de computadores usados da Hardplus para adolescentes pobres está permitindo que alguns jovens sejam incluidos no mundo digital, melhorando as suas condições no mercado de trabalho e evitando que se envolvam na criminalidade.

Com o apoio de algumas escolas públicas, os alunos indicados por elas, receberão um computador usado em perfeitas condições de uso e com acesso à internet para que possam aprender informática. Enquanto mostrarem evolução no aprendizado, o acesso à internet continuará sendo pago.

...continue reading

2 Comments

Talvez você nunca tenha tido problemas de violação de privacidade em suas contas na internet, mas não é difícil ouvir casos de contas de email ou em redes sociais que foram hackeadas. Além disso, há também aqueles casos mais “simples”, em que o dono da conta cria uma senha fácil de ser decifrada e acaba sendo alvo de gente mal-intencionada.

Será mesmo que as senhas estão se tornando ultrapassadas, tornando-se uma grande brecha para a segurança do volume cada vez maior de informações que guardamos na internet? Uma discussão antiga, com problemas que acompanham a web desde que serviços e aplicativos começaram a ser oferecidos em abundância na rede, e cuja solução também é alvo de várias discordâncias.

...continue reading

Black Friday é um termo utilizado pelos comerciantes norte americanos para inaugurar o período natalino. Ele acontece na quarta sexta-feira de novembro após o feriado de Ação de Graças. De 0:00 hs da sexta-feira até às 23:59 hs do mesmo dia, descontos maiores são oferecidos para motivar as compras de Natal.

Muitos dos Brasileiros tendem a copiar a cultura Norte americana, por isso, foi incluída no mercado brasileiro recentemente. Mas por que a Hardplus não participou do Black Friday Brasil?

Nem tudo deve ser importado de outro país, a cultura do brasileiro e a carga tributária torna esta prática inviável para os comerciantes, tanto é, que o Black Friday brasileiro é constantemente alvo de críticas não só pelas mídias quanto pelos próprios consumidores, que já apelidaram a versão brasileira do evento de "Black Fraude".

Conforme o noticiário do jornal da Globo, muitos produtos tiveram os seus preços inflados para que os descontos anunciados não tragam prejuízos para o lojista, o que a reportagem definiu como "Vender o dobro pela metade".

Para divulgar o seu nome e reduzir os custos da publicidade, alguns  lojistas colocaram apenas uma única unidade na oferta, enquanto outros ofertaram produtos antigos e fora de linha. Muitos dos descontos anunciados foram modestos em relação aos praticados pela versão norte americana, a exceção ficou para os produtos com leves defeitos ou consertados pela garantia.

Em entrevista com o José Roberto Labinas, o consumidor Brasileiro não se conquista mais pelos preços, mas sim pelos valores que ele se identifica com o produto ou serviço. Precisamos criar um evento próprio, considerando o comportamento e cultura do brasileiro assim como as dificuldades e vantagens dos nossos fabricantes e comerciantes.