Criptomoedas

Dinheiro Virtual, sabe o que é? Aprenda como faturar com isto!

Em 2009 começou a funcionar no mundo a primeira criptomoeda do mercado. O Bitcoin como é chamado, foi criado por um programador Japonês Satoshi Nakamoto, e diferente de qualquer moeda, a criptomoeda não é gerenciada por nenhum órgão financeiro e sim pela rede ponto-a-ponto de todo o mundo para registrar e validar as transações feitas com este tipo de dinheiro.

O grande atrativo deste tipo de moeda, é o fato de não ser gerenciado por nenhum órgão financeiro, sendo assim, livre de impostos por transações e principalmente por estar fora de medidas governamentais, não pode ser inflacionada, mas a grande procura pela moeda pode valorizar sua cotação no mercado de cambio.

O nome de Criptomoeda, vem pelo fato de todas as transações serem criptografadas, para ter a garantia de segurança nos dados. Seu dinheiro virtual pode ser armazenado no seu computadore através das carteiras virtuais ou de bancos digitais que gerenciam suas moedas virtuais. No Brasil já existem algumas empresas especializadas em gerenciar seu dinheiro virtual e fazerem a função de casas de cambio para trocarem suas criptomoedas por dinheiro real.

São 3 formas de se conseguirem as criptomoedas:

Primeiro caso, é vendendo produtos e serviços e aceitando como pagamento o dinheiro virtual. Alguns grandes varejistas mundiais já aceitam a moeda como forma de pagamento pelos seus produtos e aqui no Brasil alguns estabelecimentos comerciais já trabalham com esta forma de pagamento, recentemente em Belo Horizonte, um grande veiculo de informação, mostrou uma concessionária de veículos recebendo dinheiro virtual para pagamento de peças.

Outro mercado que já trabalha com isto, é a rede de hotéis e pousadas, que abre portas principalmente ao turismo internacional aceitando este meio de pagamento.

Segunda forma de conseguir as criptomoedas, é comprando diretamente nas casas de cambio.

Assim como ouro e prata, a ideia de comprar moedas virtuais com dinheiro real, é esperar o melhor

momento para revender e ter o melhor retorno do seu investimento.

A terceira forma, é sendo literalmente um servidor de dados pela rede Ponto-a-ponto da moeda digital! Neste método o interessado investe em um computador potente, e após instalar os sistemas necessários, passa a fazer a chamada “mineração”do dinheiro virtual, onde o computador fica rodando a aplicação processando os dados e recebe uma espécie de comissão pelo serviço.

A comissão é paga em dinheiro virtual diretamente na sua carteira da criptomoeda, e o valor da comissão varia de acordo com o desempenho do computador.

Mundo a fora pesquisando sobre este dinheiro virtual, observamos o quanto as pessoas tem investido em equipamentos cada vez mais potentes para gerar mais e mais dinheiro virtual e a forma mais efetiva e rodando as aplicações em cima de placas de vídeo, no caso as placas da AMD Radeon são as que dão melhor retorno, pois a aplicação que roda em cima de uma instrução baseada na programação Open CL, é muito mais aprimorada que uma Nvidia Geforce.

As criptomoedas já são uma realidade no mercado, e muitos economistas já estão falando sobre elas. Assim como a bolsa de valores, ouro e prata, investir nelas podem ser lucrativos ou não, mas todas as apostas até o momento tem dado retorno, principalmente para quem tem investido na moeda virtual montando verdadeiros servidores domésticos, e minerando suas criptomoedas tornado-se servidor na rede ponto-a-ponto mundial.

One thought on “Criptomoedas

  1. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *