Diferenças entre LGA1155 e LGA1150

Muita gente chega à nossa loja com orçamentos de Core i3 para comprar, a plataforma mais comum é a LGA1155, equipada com os processadores Intel da terceira geração (Ivy Bridge). Mas por que ela é a mais solicitada se já temos os novos processadores LGA1150 da quarta geração (Haswell)?

Primeiramente é o custo mais baixo, pois muitos distribuidores e lojistas ainda têm bastante desta plataforma em estoque e justamente pela grande oferta no mercado, os consumidores acabam montando os seus orçamentos baseadas nesta antiga plataforma.

A grande questão é se vale a pena adquirir uma plataforma LGA1155 ou LGA1150, então vamos às questões técnicas para responder à esta pergunta.

A primeira inovação foi na eficiência na economia do consumo de energia, isso se deve principalmente ao VRM (Módulo Regulador de tensão) que passou da placa mãe para o próprio processador. Além disso, consegue-se atingir melhores índices de overclock. Este benefício foi mais evidente nos processadores para notebooks, onde se obtive até 50% a mais de autonomia na bateria.

Outro item que ganhou performance no overclock foi a controladora de memória, sendo que a nova plataforma já consegue operar as memórias RAM em até 3.000 MHz.

Os chipsets das placas mãe desta nova plataforma suportam mais conexões, onde se passou de 2 conexões SATA 6Gbps para 6 conexões. Já a conexão USB3.0 passou de 4 portas para 6 portas.

Ja a via de comunicação entre o processador e a placa mãe ganhou mais dois canais, melhorando a performance geral do sistema. Já o vídeo Intel integrado no processador obteve uma melhoria em torno de 10% na performance em funções multimídia e até em jogos 3D. Obviamente que ainda está muito aquém dos vídeos dedicados para os jogos, mas o ganho de performance em relação à geração anterior foi significativa.

Observação
Os cooler utilizados na plataforma LGA1155 são totalmente compatíveis com o soquete LGA1150

Ao contrário do que muita gente pensa, a diferença de preços entre as duas plataformas se deve principalmente ao custo das placas mãe, pois os processadores da família Core i3/i5/i7 da terceira e quarta geração possuem praticamente os mesmos preços. Já os demais componentes utilizados entre as duas plataformas, como memórias, fontes, gabinetes e etc., são os mesmos.

Para os usuários que já possuem um computador baseado na plataforma LGA1155 ou AM3+ da AMD, não compensa migrar para a nova plataforma LGA1150, pois o custo será maior do que os novos benefícios adquiridos, mas para quem possui uma plataforma mais antiga ou vai adquirir um novo computador, com certeza a diferença de preço justifica os benefícios conquistados.

32 thoughts on “Diferenças entre LGA1155 e LGA1150

  1. Jose Gallao

    Uma Duvida ainda, A Plataforma LGA 1150 tem a placa de vídeo integrada? é dispensável a aquisição de uma placa de vídeo?

    Reply
  2. Marco Antonio de Avila

    Boas poderia me confirmar que para o 1150 LGA se as memórias acima de 1600mhz somente através de overclock? Grato, Marco.

    Reply
  3. Patrick Andrade

    Valeu a explicação, me esclareceu muitas das minhas duvidas, ainda sou usuário de uma 775, e fazer um upgrade agora com mais certeza. vou optar pela 1150. to vendo aqui uma z97m plus da asus, vc recomendaria?

    Reply
  4. ELI ALVES

    Gostaria de saber, caso eu troque minha placa mãe Intel Corporation DH61WW (LGA1155 CPU 1), para uma GIGABYTE GA-H110M-GAMING 3 DDR4 LGA 1151, consigo aproveitar o mesmo processador? Estou com dúvidas.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *