Memórias DDR3 de baixa tensão

Com o refinamento da tecnologia, é comum a redução no consumo de energia e consequentemente no aquecimento. Ao lançar a sexta geração de processadores Core da Intel, a controladora de memória integrada nestes processadores conseguiram administrar memórias com tensão de 1.35 Volts, uma redução de 10% em relação à geração anterior.
 
Além da economia de energia, memórias com tensão menor permitem índices melhores de overclock. Embora as memórias de 1.35 Volts possam funcionar em placas mãe e processadores que suportem apenas memórias de 1.5 Volts, esta combinação não é recomendável, pois reduz a durabilidade e estabilidade da memória.
 
Para identificar as memórias DDR3 de baixa tensão, ela recebe uma nomenclatura DDR3L em sua etiqueta/especificação. Importante salientar que os sistemas baseados nos processadores AMD e Intel Core da primeira à quarta geração não suportam memórias DDR3L
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *