Conheça mais sobre o NVIDIA PhysX™

O que hoje é conhecido como PhysX surgiu como um mecanismo de simulação física inicialmente chamado de NovodeX.O motor multi-threaded foi desenvolvido pela empresa suíça NovodeX AG. Em 2004, a Ageia adquiriu NovodeX AG e começou a desenvolver uma tecnologia de hardware que permitia acelerar cálculos de física, ajudando a CPU. A Ageia nomeou sua tenologia de NovodeX PPU "Physics Processing Unit"(unidade de processamento físico), e logo foi renomeado de NovodeX para PhysX.

 

A unidade de processamento de física (PPU) é um processador especialmente concebido para aliviar a carga de
cálculos sobre a CPU, especificamente cálculos envolvendo física. As placas PPU com suporte PhysX eram fabricados
pela ASUS, BFG Technologies e ELSA Technology. Essas placas proporcionavam efeitos realistas nunca visto antes.

 

Em 2008, a Ageia foi adquirida pela fabricante de soluções gráficas NVIDIA, que por sua vez implementou a tecnologia
em sua linha de placas gráficas permitindo a aceleração em seu hardware, e eventualmente as chamadas PPUs
da Ageia foram descontinuadas.
A partir de então as placas das GeForce, Quadro e Tesla que tenham núcleos CUDA podem tirar proveito dos recursos
sem a necessidade de instalar uma placa PhysX dedicada. Quem não ficou nada feliz com isso foi a ATI, ela alegou que isso influenciaria na liberdade de escolha, tendo em vista que suas placas não tem esse recurso e a NVIDIA retirou a possibilidade de uso de suas placas como PhysX dedicado a partir do drive 296.10 da NVIDIA.
Os efeitos são incríveis uma vez experimentado não se consegue mais jogar sem eles. É uma experiencia envolvedora uma
sensação de estar imerso no jogo, efeitos de fumaça,partículas e colisão o torna digno de filme com excelentes efeitos especiais,
exemplo disso é a franquia Batman: Arkhan City para o Windows. Seus recursos de PhysX fazem com que os usuários NVIDIA tenham uma experiência
única e incomparável.

 
Existe um concorrente se é que pode se chamar assim, o HAVOK que é de propriedade da INTEL, tem a mesma finalidade que o PhysX
e também está presente na atual geração de consoles,  mas não proporciona a mesma qualidade e quantidade de efeitos que o PhysX.

 
Como já foi dito o PhysX é um motor de aceleraçao de física surpreendente mas vale ressaltar que nem todos os jogos para pc
fazem uso desse recurso e que para alcançar os efeitos máximos que o PhysX pode proporcionar é necessário um bom conjunto de hardware tais como: um processador potente, fonte de alimentação com potência real, memórias rápidas e é claro, uma placa de vídeo que tenha o mínimo dos requisitos necessários para que o aplicativo seja executado. Bom, pra vocês amantes de jogos e que curtem ver o máximo que um jogo pode te proporcionar, fica a dica: Atualmente uma placa GEFORCE GTX 660 consegue tirar proveito desses recursos e com um nível alto na qualidade dos gráficos.

One thought on “Conheça mais sobre o NVIDIA PhysX™

  1. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *