Poderia um tablet baratinho substituir o seu desktop?

Após ler sobre um documentário com o título de: "Poderia um tablet baratinho substituir o seu desktop?" o qual o autor Sean Buckley mesmo diante dos argumentos contra, insistia em dizer que é possível, resolvi escrever este artigo explicando quais as vantagens e desvantagens de cada tipo de equipamento e quando e onde eles devem ser utilizados.

A proposta dos tablets é principalmente para leitura de livros digitais, embora suas características permitem também os jogos casuais, principalmente para as crianças.

Já os computadores foram concebidos basicamente para trabalho, embora atualmente seja uma ótima opção para os jogos 3D de alta performance e qualidade.

Os smartphones são melhores para as atividades que exigem mobilidade, como navegador GPS ou mensagens instantâneas.

Obviamente que todos os tipos de eletrônicos conseguem de uma certa forma exercer as atividades que originalmente foram criadas para os outros, mas entenda que não é ideal utilizar um alicate para fazer buracos ou um martelo para parafusar.

O autor tentou usar um tablet de baixo custo com o sistema Windows 8.1 como uma estação de trabalho, para isso, precisou fazer a seguinte gambiarra: "Um hub USB antigo da DisplayLink e um interruptor que causa um curto circuito acidental na conexão e inicia o carregamento. Nem faço ideia como essa combinação bizarra de cabos funciona, mas no fim do dia eu tinha três entradas USB de tamanho normal, um monitor, um mouse e um teclado. Tudo o que eu precisava para trabalhar.

tablet desktop

Tudo o que precisava para trabalhar? Onde está a praticidade e o desempenho? Considero estas características muito importante para a produtividade.

Também já tentei usar um tablet de alta performance como uma estação de trabalho, mas o trabalho que se tem para ligar o equipamento, a interação modificada de mouse para tela de toque e a baixa performance tornam inviável esta gambiarra. Penso como era a performance então com um tablet de baixo custo, que possui performance mais baixa ainda

Imagine agora como seria usar um computador como um tablet ou notebook?

desktop portatil

Embora os notebooks consumam menos energia do que os computadores de mesa, eles também não são recomendados para estações de trabalho, pois o pequeno tamanho da tela, o apertado layout do teclado e o desconfortável touchpad atrapalham na produtividade, além disso, a qualidade gráfica da tela e sua baixa posição em relação aos olhos do usuário contribuem para o desconforto operacional. a postura correta para trabalhar pode ser conferida na página: http://hardplus.com.br/blog/postura-no-computador/

Os notebooks são recomendáveis para os profissionais que precisam mostrar o seu trabalho pronto para um cliente fora do ambiente profissional, para os estudantes que gostariam de anotar observações sobre uma aula de seu professor ou para o usuário que estejam em viagem.

Para gravar uma conversa, aula ou situação, seja áudio ou vídeo, um smartphone é o mais indicado, pois oferece a praticidade e mobilidade que as câmeras filmadoras e os gravadores de voz possuem.

Os Ultrabooks são equipamentos com boa portabilidade, pois são finos e pequenos, conseguem oferecer performance para as atividades Home/Office (planilhas, documentos, apresentações, navegar pela internet, e-mails e etc) e podem de forma mais prática conseguir adaptar-se sobre a mesa do usuário, pois possuem na sua grande maioria, a tecnologia WiDi da Intel (exibir as imagens sem fio para o monitor) e a conexão bluetooth, que permite conectar periféricos como teclado e mouse sem fio. Acredito que este tipo de equipamento fosse mais adequado para a adaptação que o autor tentou fazer.

Outro recurso presente na vida dos usuários que torna estas adaptações cada vez mais inviáveis é o armazenamento em nuvem, permitindo o profissional continuar o seu trabalho em qualquer local do mundo sob qualquer computador conectado à internet.

Enquanto não é criado um tipo equipamento que consiga se adequar de forma eficiente, prática e barata à todos os tipos de situações, é mais viável manter os atuais equipamentos onde estão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *