Tag Archives: O barato sai caro

2 Comments

Após assistir ao Jornal da Cultura da TV Cultura, o qual informava que a economia dos Estados Unidos está se recuperando e que os Brasileiros estão deixando de comprar no Brasil para comprar lá, devido ao aumento da carga tributária, conclui logo que esta atitude agrava mais ainda a crise econômica Brasileira e apesar do consumidor estar economizando atualmente, num futuro breve a sua situação financeira irá piorar mais ainda.

É importante entender que todos fazem parte de uma cadeia econômica, o qual devemos juntos fortalecer os fabricantes, distribuidores, fornecedores, clientes e até os funcionários. A base deste fortalecimento é a saúde financeira, então sempre que for comprar algo, consuma primeiramente produtos e serviços de sua cidade, caso ela não tenha disponível, procure por fornecedores de seu estado, caso ele também não tenha o que deseja, procure dentro do seu país, para então por último procurar fora da nossa nação.

A indústria Ingleza da cidade de Santa Luzia em Minas Gerais compra equipamentos de informática da Hardplus, então como consumidor final, consumo os seus produtos no supermercado com a intenção de fortalece-la financeiramente e aumentar as possibilidades dela comprar novamente equipamentos de informática em minha loja.

Após algumas ligações telefônicas para clientes que não compram mais equipamentos de informática na Hardplus, observamos que algumas empresas faliram e enfraqueceram a cadeia o qual nós fazemos parte.

barato sai caro

A loja Hardplus parou de importar produtos diretamente dos Estados Unidos, atualmente, preferimos adquirir informática dos distribuidores nacionais, que apesar de também importar produtos, alimentam uma cadeia de distribuição o qual muitos Brasileiros ganham o seu dinheiro, que consomem direta ou indiretamente os produtos e serviços da Hardplus.

Quanto mais longe for o seu fornecedor, mais caro o produto ou serviço vai se tornar quando precisar acionar garantia, manutenção, troca ou atualização, além do tempo maior para tais.

Quando a Nike mudou a sua fábrica do México para a China com o intuito de reduzir os seus custos com uma mão de obra mais barata, ela imaginava que as vendas e os lucros iriam aumentar, mas a realidade é que as vendas não aumentaram, pois um dos seus consumidores eram mexicanos que tinham dinheiro para consumir os seus produtos (que por sinal são caros), enquanto os chineses não possuem salário suficiente para comprar os seus tênis. Atualmente, os mexicanos também não têm dinheiro para comprar os calçados da Nike, pois a fábrica era uma das principais fontes de renda da região.

Aconselho a todos os empresários, que antes de consultar novos fornecedores ou prestadores de serviços no Google ou nos catálogos de anúncios, procurem antes nos seus próprios cadastros de clientes.

Gostaria de terminar esta matéria com uma parábola japonesa que retrata muito bem este cenário:

Dois japoneses famintos estavam sentados no chão de uma sala e na frente de cada um havia um prato cheio de arroz, porém, os Hashis que eles tinham eram tão grandes que não permitiam a eles alcançar a boca para se alimentar, uma vez que a cultura japonesa não permite alimentar-se com as mãos, como saciar a fome deles?

Comente!

 

2 Comments

Nesta semana, um cliente nos procurou para comprar um processador AM3 Semprom de R$ 99,00, só para ligar o computador dele, pois o novo processador FX da AMD que ele comprou na Internet por R$ 599,00 chegaria daqui 10 dias e ele não queria ficar sem computador durante este período. A questão que o mesmo processador FX aqui na loja física estava disponível por R$ 669,00. Se a gente colocar na ponta do lápis, o processador que ele comprou na internet ficou por R$ 698,00, além do risco de ter mais despesas caso o produto apresente defeito dentro do prazo de garantia.

Quando informamos isso ao cliente, ele desajeitado disse que pelo menos teria posteriormente algum processador para vender caso precisasse de dinheiro.

Depois de muito tempo sem postar algo sobre a série "O barato sai caro", surgiu novamente uma oportunidade sobre o assunto. Frequentemente a gente testemunha casos de clientes que foram dilubriados, assim como um jogador que toma um belo olé no futebol. Uma das características mais fortes na cultura Brasileira é ser esperto e levar vantagens em tudo, já conhecida como a "Lei de Gerson" devido à esta propaganda de cigarros feita pelo jogador Gerson, Campeão do Mundo pela Seleção Brasileira de Futebol na Copa de 1970:

...continue reading

1 Comment

A qualidade é um dos principais focos da Hardplus, não só nos seus produtos (com as melhores marcas e os modelos mais novos e avançados) mas também no atendimento (através do conhecimento e da atenção). Em ambos a dificuldade é bem maior do que no mercado de baixo custo, pois exige um esforço superior de toda a equipe.

Esta qualidade no atendimento, tanto antes quanto depois da venda, exige um conhecimento por ambas as partes (cliente e vendedor). O treinamento interno é feito através da experiência do dia a dia, liberdade de pesquisa, incentivo à cursos e bonificações por aprendizados. Já o conhecimento passado para os clientes é feito através dos nossos principais meios de publicidade e da venda consultiva.

A venda consultiva procura saber as necessidades, desejos e valores do cliente, para que então seja escolhida, através do conhecimento técnico e sensibilidade do consultor de vendas, a melhor opção disponível, além dos melhores acessórios para agregar mais valor ao patrimônio recém adquirido.

...continue reading

Nesta semana um cliente nos procurou para comprar um fone de ouvido que não tínhamos mais, pois a marca apresentava mais problemas do que as demais, mas mesmo assim o cliente insistia em comprar a mesma coisa, que embora fosse a terceira vez que ele estava voltando para comprar o mesmo modelo, queria ele por causa do preço, recursos e beleza.

Já falamos aqui do obsolescência programada que muitos fabricantes adotam em seus produtos para compensar os baixos custos e dar continuidade à produção e ao crescimento. Embora esta tática não seja necessária para forçar o consumo, ela é reforçada por alguns consumidores que apenas seguem a massa procurando por baixo preço e recursos oferecidos.

...continue reading

3 Comments

Com que direito você acha que tem ao reclamar de um notebook de R$ 999,00 que apresentou defeito?

Saiba que neste baixo custo estão embutidos os salários miseráveis que são pagos à população asiática e que compromete a qualidade de vida de todas as populações do mundo e a * obsolescência planejada dos fabricantes que está presente aí desde o século passado. E se você alegar que o seu salário não dá para comprar um computador de R$ 3.000,00, saiba que você já é vítima deste sistema e que continuar neste perfil, só vai piorar as coisas.

...continue reading

1 Comment

Depois da fusão entre os dois maiores comércios eletrônicos do Brasil (Americanas.com e Submarino), A B2W assumiu a liderança no seguimento, comercializando mais da metade das vendas pela internet no país. Mas depois disso, as atrapalhadas da empresa, os processos de clientes e reclamações nas redes sociais não param de crescer. O que será que aconteceu?

...continue reading

1 Comment

Quem não se lembra daqueles velhos e famosos monitores SyncMaster 3NE da Samsung? Um cliente possui um comércio com 15 monitores de 14 polegadas, os quais consomem em torno de 70 Watts cada um. Imagine que no total eles consome em torno de 1050 Watts.

Como ficam o dia inteiro ligado (de 8:00 hs da manhã até as 22:00 hs da noite), no final do dia consumiram em torno de 14,7 Kw/h.

Agora imagine que a CEMIG (operadora de energia elétrica de Minas Gerais) cobra em torno R$ 0,48 por Kw/h. O custo de energia elétrica no final do mês só dos 15 monitores será de R$ 183,46.

...continue reading

Nesta semana entrevistamos aqui na loja um candidato a emprego que teve uma experiência que se encaixa bem na nossa série “O barato sai caro”.

Ele adquiriu um “kit de upgrade” (placa mãe, processador e memória) para o seu velho computador, mas gostaria de reaproveitar os demais equipamentos, como gabinete, HD, gravador DVD e etc.

...continue reading