Teclado infectado

Já pensou que o seu teclado pode estar infectado? Mas não estou falando daqueles vírus virtuais que corrompem BIOS, arquivos, alteram o funcionamento do sistema operacional e etc, estou me referindo àqueles microorganismos que provocam doenças em nosso corpo.

Uma pesquisa feita em um hospital carioca constatou que mais de 90% dos 50 computadores estavam com uma concentração muito elevada de vírus e bactérias nos teclados. Entre os micróbios encontrados, estavam duas bactérias: a Staphylococcus, que costuma estar envolvida em reações inflamatórias e a Enterococcus, que provoca infecções e em geral faz do intestino humano seu hábitat.

Nestes computadores investigados, os pesquisadores encontraram até 1.192 bactérias por centímetro quadrado, muito mais do que em uma cédula de dinheiro. O aceitável para qualquer superfície é, no máximo, 100 microorganismos no mesmo espaço. Além disso, em alguns casos havia 1.072 fungos por centímetro quadrado, quando são aceitáveis apenas 56.

Além das bactérias e dos fungos, alguns vírus podem ser encontrados no teclado, por isso, evite espirrar ou tossir diante do computador ou utilizar os computadores de Lan Houses, principalmente se você estiver gripado ou com outra doença infecciosa, pois o outro usuário que utilizar este computador nas próximas 48 horas, pode se infectar.

Geralmente os vírus sobrevivem sem alimento por dois dias, mas se encontrarem comida, são capazes de se multiplicar com muita velocidade, então, nada de fazer um lanche diante do computador. Migalhas do seu lanche vão favorecer a proliferação dos micróbios que se abrigam no seu teclado, e então você e todos os usuários do seu computador poderão contrair alguma doença transmitida por vírus ou bactérias.

Pesquisas anteriores constataram que o computador é o segundo objeto mais contaminado atualmente, perdendo apenas para os carrinhos de supermercado. Em terceiro lugar ficou para aqueles apoios de bancos dos ônibus coletivos e em quarto lugar o telefone celular.

Por isso, é importante seguir alguns procedimentos:

  • Não coma enquanto digita
  • Lave as mãos antes e depois da utilização do teclado e mouse
  • Não espirre ou tussa sobre o computador
  • Ao digitar, evite pôr as mães na boca, ouvidos ou no nariz
  • Cubra o teclado com uma capa plástica
  • Uma vez por mês, sacuda o teclado de cabeça para baixo
  • Semanalmente limpe todo o computador com álcool isopropílico

Uma limpeza mais profunda pode ser feita no teclado do computador, basta tirar uma foto do teclado, retirar todas as teclas e lavá-las com água e sabão, em seguida, recoloque todas as teclas orientando-se pela foto que você tirou antes.

Já o notebook você deve retirar o teclado, dar uma boa soprada com um secador de cabelo, limpar as teclas com pano úmido e recolocar o teclado no local.

ATENÇÃO: A limpeza avançada dos teclados, principalmente do notebook deve ser feita por um profissional capacitado, pois trata-se de um produto muito mais delicado e de difícil reposição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *